PIS 2019 – Um dos maiores programas que os trabalhadores brasileiros têm acesso, desde da década de 70, quando ele foi criado pelo General Emílio Garrastazu Médici, para conseguir amenizar um pouco a desigualdade latente presente no Brasil é o programa de integração social (PIS 2019), o qual, oferece uma série de benefícios sociais, como o abono salarial, também conhecido como décimo quarto salário e o seguro desemprego.

Esses programas são financiados de duas maneiras, uma pequena parte com dinheiro do Governo, dado pela Caixa Econômica Federal e a maior parte em cima de um imposto, cobrado pelo Governo aos empresários de médias e grandes empresas, os quais, acabam ajudando nesse tipo de financiamento aos trabalhadores.

PIS 2019

PIS 2019

Veja também: Saiba como funciona o pagamento do Calendário PIS 2019 do abono salarial Caixa.


Quem tem direito ao PIS

Para quem esse programa fosse viável, já que não é possível financiar todos os trabalhadores em condições econômicas desfavoráveis, o Governo Federal estabeleceu certos parâmetros, os quais, é necessário cumprir, para que se possa ter direito ao PIS, são eles:

  • Trabalhadores, os quais, atuem em uma empresa jurídica: Um primeiro critério de seleção que quem vai receber o PIS precisa cumprir é atuar em uma empresa ou indústria, as quais, sejam jurídicas, ou seja, não pode trabalhar para uma pessoa física. Por isso, que as empregadas domésticas, apesar das conquistas obtidas pela PEC das domésticas, ainda não possuem direito a esse benefício.
  • Ganhar no máximo a média de dois salários mínimos por mês: Uma segunda regra estabelecida, é que para receber o PIS, os trabalhadores devem ganhar no máximo 20880 no ano, o que equivale a dois salários mínimos mensais. Pessoas com ganha acima desse valor, não tem direito ao PIS.
  • Ter inscrição no PIS a pelo menos cinco anos: Um terceiro fator necessário cumprir para ter direito ao PIS, é estar inscrito nesse programa a pelo menos cinco anos. Isso quer dizer, ter trabalhado de maneira regularizada por cinco anos.
  • Empresa mandar o RAIS até a data estabelecida pelo Governo: Por fim, um último preceito a ser seguido por quem quer receber o PIS, é a empresa na qual se trabalha, ter mandado o Rais Relação Anual de Informações Sociais, até a data estabelecida.

Quem cumprir esses 4 critérios citados acima, vai ter direito de receber o PIS e desfrutar desse benefício. Para mais detalhes, confira a página sobre quem tem direito ao PIS e confira se você pode sacar seu benefício.


Calendário PIS 2019

Para quem for receber o PIS 2019, é importante conhecer a sua tabela, a qual, determina a data na qual, esse incentivo dado pelo Governo Federal vai ser pago.  Essa tabela, é feita por um critério subjetivo, que é a mês de nascimento de cada beneficiário.

Assim, ficou estabelecido que as pessoas que nasceram de julho a dezembro, receberão o pagamento do PIS 2019, ainda no ano de 2019. Enquanto quem nasceu de janeiro a junho, receberá esse dinheiro apenas em 2020.

Calendário PIS 2019

Calendário atualizado do PIS 2019


Valor do PIS 2019

O valor do Abono Salarial 2019 varia de acordo com o valor do salário mínimo do ano vigente. Terá direito ao valor do PIS integral (1 salário mínimo) o trabalhador que tiver 1 ano de carteira assinada no ano base (2018). Se tiver 11 meses, receberá 11/12 do valor do salário mínimo, e assim por diante.

Para sanar suas dúvidas, a Caixa Econômica Federal lançou a tabela abaixo, com o valor proporcional do PIS, de acordo com o tempo de carteira assinada durante o ano vase do trabalhador.

Meses trabalhados (dias) Valor Abono
1 (30 a 44) R$ 80,00
2 (45 a 74) R$ 159,00
3 (75 a 104) R$ 239,00
4 (105 a 134) R$ 318,00
5 (135 a 164) R$ 398,00
6 (165 a 194) R$ 477,00
7 (195 a 224) R$ 557,00
8 (225 a 254) R$ 636,00
9 (255 a 284) R$ 716,00
10 (285 a 314) R$ 795,00
11 (315 a 344) R$ 875,00
12 (345 a 365) R$ 954,00

Vale lembrar que o trabalhador receberá de acordo com o mínimo do ano vigente em que for liberado o benefício. Por exemplo: se seu PIS for liberado em 2019, receberá de acordo com o salário mínimo de 2019. Se for liberado só em 2020, receberá de acordo com o mínimo de 2020. Agora, se for liberado em 2019, e o trabalhador optar por receber só em 2020, o valor continua sendo baseado no mínimo de 2019.


Como sacar o PIS 2019

Para quem tiver direito a esse incentivo, saiba que é bastante fácil de sacá-lo. A primeira atitude a se tomar, é separar os documentos, como o:

  • cartão cidadão;
  • um documento de identificação com foto, o qual, pode ser o RG, a carteira de trabalho ou ainda a carta de motorista.

Veja as formas de sacar disponíveis:

  • Saque na Caixa: Basta ir até uma agência da Caixa Econômica Federal e solicitar o saque do PIS. Documentos necessários: Documento de identificação com foto (RG, CNH), e número do PIS (cartão cidadão ou carteira de trabalho);
  • Saque em lotéricas e caixas eletrônicos: ou ainda até um posto lotérico credenciado ou terminal de autoatendimento, e solicitar o saque. Documentos necessários: Cartão cidadão e documento de identificação original com foto (RG, CNH. CTPS);

Crédito em conta: se o trabalhador tiver conta na Caixa Econômica Federal, seja

Este Artigo Foi Útil? Então Avalie: ⤵

1 Estrela2 Estelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...