O NIT (Número de Identificação do Trabalhador) é um importante cadastro que determinadas categorias trabalhistas precisam ter para garantirem os benefícios do INSS como, por exemplo, o direito a aposentadoria.

Se você não conhece ou ouviu falar, mas não sabe como funciona saiba que chegou ao artigo certo, pois eu o escrevi com o intuito de simplificar, ao máximo o assunto. Confira!

Número do NIT

Número do NIT

O que é NIT

Como disse anteriormente, é uma sigla e por este número é possível identificar o trabalhador como um Contribuinte Individual ou CI e, sendo assim, você consegue realizar o pagamento das contribuições ao INSS através da Guia da Previdência Social ou, como também é conhecida, GPS.

Com o número do seu NIS, os trabalhadores que se encontram na categoria de trabalhadores autônomos, aposentados ou deficientes conseguem retirar a GPS de modo mais simples e fácil do que outras categorias.

Onde encontrar o NIT

Onde encontrar o NIT

Esta é uma excelente alternativa para essa classe, pois nem todos contam com tempo suficiente ou facilidade de locomoção para enfrentar filas ou certas burocracias. Já aqueles trabalhadores que se encontram na situação de contratados devem utilizar o número do seu PIS 2018. Veja a seguir o que se precisa fazer para consultar o número do seu NIT.

Consulta

Se já possui o Número de Identificação do Trabalhador, mas não lembra o número poderá realizar alguns dos procedimentos seguintes para recupera-lo. Uma das formas mais simples e rápidas é pela internet diretamente no site da Previdência Social que dedicou uma página especialmente ao assunto, clique aqui para acessa-la diretamente (http://www5.dataprev.gov.br/cnisinternet/faces/pages/index.xhtml).

Pelo site do DATAPREV você consegue obter o seu NIT por meio da inserção de seus dados pessoais. Em primeiro lugar, é preciso clicar no botão “Inscrição” e depois em “Filiado”. Uma nova página será aberta onde você precisará informar alguns dados pessoais, como se segue:

  • Nome do Filiado (o seu nome completo);
  • Nome da Mãe (não é obrigatório, você pode clicar no botão “ignorado” para pular esta etapa);
  • Número do seu CPF;
  • Data do seu nascimento;
  • Texto da Imagem (disponibilizado aleatoriamente pelo sistema).
Consulta do Número de Identificação do Trabalhador

Consulta do Número de Identificação do Trabalhador

Após ter preenchido o formulário com esses dados básicos é só clicar no botão “Continuar” para verificar o número do seu NIT que será apresentado na própria tela. Copie ou imprime e guarde em local seguro.

Número do NIT

  • O número do NIT é composto por 11 dígitos e caso você já possua o seu número do PIS ou do PASEP provavelmente já o tenha.
  • Se você é um cidadão indígena precisa verificar o seu número diretamente na FUNAI que é o órgão competente.
  • Outra forma de obter facilmente o Número de Identificação do Trabalhador é por meio do telefone. Basta ligar diretamente no Portal do INSS no número 135. Assim que a sua ligação for atendida é só dizer ao funcionário que deseja solicitar o número do NIT. Em contrapartida, ele te pedirá o número do seu RG, CPF e Carteira de Trabalho, (caso tenha perdido a sua, realize o Agendamento Carteira de Trabalho) para acessar o sistema e te passar. Para agilizar o atendimento, separe e tenha em mãos esses documentos.

É claro que além dessas alternativas mais rápidas e simples existe uma terceira que é o tradicional comparecimento a uma agência da Previdência Social (APS). Assim como no atendimento por telefone você precisará contar com os seus documentos pessoais para apresentar ao atendente.

Além do mais, é recomendável consultar o site da Previdência Social para ficar informado sobre os principais assuntos. Em “Serviços do INSS” você encontra a opção “Inscrição na Previdência Social”, cujo menu trata de alguns detalhes referentes ao NIT.

Lá você encontrará os tipos de inscrição, os quais podem ser realizados de duas formas, a saber: filiado e não filiado. O primeiro diz respeito aos que desejam realizar a contribuição ao INSS, seja de forma obrigatória ou facultativa, e devem ter no mínimo 16 anos de idade.

Já os não filiados, por sua vez, são aqueles indivíduos que precisam se inscrever na Previdência, mas sem a necessidade obrigatória de contribuir como, por exemplo, os tutores e beneficiários. É exigida, como requisito, a idade inferior a 16 anos de idade.

E, no final da página você ainda encontra os links de acesso às formas e códigos de pagamento. Interessante não é mesmo?

Se você gostou, compartilhe esse artigo com os seus amigos nas redes sociais.

Este Artigo Foi Útil? Então Avalie: ⤵

1 Estrela2 Estelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...